08/03/2011

Lançado o primeiro livro sobre audiodescrição do Brasil

Audiodescrição
Transformando Imagens em Palavras

APRESENTAÇÃO

É com muito prazer que apresentamos aos caros leitores o primeiro livro brasileiro sobre audiodescrição, uma mostra significativa da produção intelectual brasileira sobre o tema, que reúne trabalhos de professores e profissionais da área, além de artigos e depoimentos de pessoas cegas e videntes engajadas na luta pela implementação do recurso no Brasil, mais especificamente na TV brasileira.

A audiodescrição é um recurso de acessibilidade que amplia o entendimento das pessoas com deficiência visual em eventos culturais, gravados ou ao vivo, como: peças de teatro, programas de TV, exposições, mostras, musicais, óperas, desfiles e espetáculos de dança; eventos turísticos, esportivos, pedagógicos e científicos tais como aulas, seminários, congressos, palestras, feiras e outros, por meio de informação sonora. É uma atividade de mediação linguística, uma modalidade de tradução intersemiótica, que transforma o visual em verbal, abrindo possibilidades maiores de acesso à cultura e à informação, contribuindo para a inclusão cultural, social e escolar. Além das pessoas com deficiência visual, a audiodescrição amplia também o entendimento de pessoas com deficiência intelectual, idosos e disléxicos.

O livro objetiva informar profissionais de TV, cinema, teatro, museus e outras artes visuais, assim como professores e alunos de cursos de audiodescrição, profissionais da área de Letras, Tradução, Comunicação e Artes, Educação e outras ligadas a questões de acessibilidade. Além disso, servirá como material de referência e apoio técnico-teórico para pessoas que buscam conhecer a técnica, que frequentam os cursos de formação de audiodescritores e que já trabalham com pessoas com deficiência visual. Para isso, discute o conceito, o panorama mundial e brasileiro, o histórico, a experiência brasileira em teatro, TV, festivais de cinema, óperas, filmes, exposições, comerciais, animações e documentários.

Divide-se em três partes: a primeira é composta de artigos que apresentam e discutem leis e decretos, práticas e aspectos teóricos; a segunda, entitulada: A Primeira Audiodescrição a Gente Nunca Esquece, apresenta depoimentos de pessoas com deficiência visual sobre suas experiências com audiodescrição, enfatizando a relevância do recurso. Na terceira parte, Olhos que Falam, estão os depoimentos de audiodescritores, os quais relatam suas práticas com diversos gêneros de espetáculos como: comerciais, animação, peças de teatro, exposições, cinema, com destaque para o quanto a atividade contribui para o desenvolvimento pessoal e profissional de cada um. O prefácio, escrito por Marco Antonio de Queiroz, certamente, motivará os caros leitores a empreenderem uma viagem estimulante e inusitada aos caminhos já percorridos pela audiodescrição no Brasil. Aproveitem!!!

Lívia Maria Villela de Mello Motta (visite o site)
Paulo Romeu Filho (visite o site)
(organizadores)
________________________________________________

Você pode baixar o livro completo gratuitamente nos links abaixo nos seguintes formatos:
_______________________________________________